Seta anterior Seta posterior
Impressionismo
Movimento artístico do séc. XIX,
irradiado a partir de Paris
  • Na década de 1870, um grupo de pintores experimentando uma nova postura em relação a sua arte balançou a rígida comunidade tradicional da França. Suas cores expressivas, derramando para além dos traços e contornos da obra, aliadas a uma escolha por retratar paisagens e naturezas quebraram a tradição de realismo que regia a pintura francesa. Nasceram ali, sob críticas e conflitos, os impressionistas.
  • Durante o século XIX, a Académie de Beux-Arts (Academia de Belas Artes) de Paris era a guardiã do estilo tradicional francês, propondo uma produção sóbria, com traços bem finalizados e cores conservadoras, reproduzindo principalmente imagens históricas e mitológicas. Este é o cenário onde se forma a geração impressionista, que nasce enfrentando essa concepção vigente da pintura.
  • Um dos instrumentos da Académie era o Salon de Paris, um encontro anual onde pintores disputavam prêmios e prestígio. Aqueles que fugiam da proposta estética da Académie, como os impressionistas, eram sistematicamente rejeitados. Em resposta, Monet, Renoir, Pissaro e Sisley criaram, em 1873, a Société Anonyme Coopérative des Artistes Peintres, Sculpteurs, Graveurs(Sociedade Anônima Cooperativa dos Artistas Pintores, Escultores, Gravuristas).
  • A primeira exposição da Société reuniu 30 artistas, entre eles Cézanne, Berthe Morisot e Edgard Degas, que boicotaram o Salon. Em uma reação virulenta, o crítico de arte Louis Leroy cunhou o termo impressionismo ao ironizar a obra Impression, soleil levant(Impressão, nascer do sol), de Monet. Escreveu que um papel de parede é mais bem trabalhado do que a obra. O Portal Húmus polidamente discorda de messier Leroy, tanto que utilizamos essa mesma Impression, soleil levant como fundo desta página.
  • Também originário da França, o Impressionismo Musical surgiu no final do século XIX e ganhou força no começo do XX. Suas características são a sugestão e a construção de atmosfera, se contrapondo aos excessos emocionais da música romântica que lhe precedeu. Claude Debussy e Maurice Ravel são os maiores exemplos desse movimento, ainda que Debussy negasse o termo. A trilha sonora de nosso vídeo é o Bolero, a obra mais conhecida de Ravel.
  • Com o tempo, diversos impressionistas de afastaram do grupo e submeteram trabalhos ao Salon. Cézanne, Renoir, Sisley, e Monet seguiram esse caminho. Além disso, questões internas sobre a qualidade do trabalho de novos pintores diluiu o grupo. Antes do final do século XIX, porém, suas técnicas e propostas já estavam incorporadas ao Salon e seus principais pintores incorporados ao mainstream da pintura, posição que ocupam até hoje.
  • [1881] View over Vetheuil.
    Claude Monet.
  • [1886] Champ de tulipes, Hollande.
    Claude Monet.
  • [1897] The Boulevard Montmartre at Night.
    Camille Pissarro.
  • [1872] Impression, Soleil levant.
    Claude Monet.
  • [circa 1869-70] Beach Scene.
    Hilaire-Germain-Edgar Degas.
  • [circa 1879] Summer's Day.
    Berthe Morisot.